Últimos assuntos
» Os testículos do meu cachorro não desceram
Qui Out 27, 2016 5:33 pm por PatyPrado

»  Sobrecarga do fígado- Excesso de medicamento
Qua Out 26, 2016 2:54 pm por Jad

» Lambendo de mais....Help!!!!
Qua Out 26, 2016 4:50 am por Jad

» Tratamento contra vermes
Qua Out 26, 2016 4:35 am por Jad

» VACINA ELEVENCELL
Ter Out 11, 2016 12:40 pm por lanadiniz

» destruição das próprias hemáceas
Dom Ago 23, 2015 10:48 pm por Gaspar

» comprotamento
Ter Ago 04, 2015 12:44 pm por Fabiana Amaral

» socorro urgente !!!
Sab Jul 11, 2015 8:49 pm por josi calvet

» socorro urgente !!!
Sab Jul 11, 2015 8:44 pm por josi calvet

Galeria


Votação
Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 89 em Ter Ago 01, 2017 4:29 am

Leishmaniose canina ou calazar...

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Leishmaniose canina ou calazar...

Mensagem por Geysa & Mel em Sab Ago 27, 2011 4:04 pm

Bem, algumas pessoas nunca ouviram falar dessa doença que ataca nosso pequeninos, mas, aproveitando que existe um surto em várias cidades do país, resolvi criar um tópico aki pra discutirmos um pouquinho, pois a doença pode ser prevenida!!!
E, como no Brasil não existe tratamento aceito pelo Ministério da Saúde para os nossos amiguinhos de quatro patas o protocolo é a eutanasia, ou seja, o cão infectado deverá ser sacrificado. E posso dizer pra vcs, muitos cães são sacrificados aki na minha cidade...

"A leishmaniose visceral é uma doença grave de curso lento, de difícil
diagnóstico e de fácil transmissão, tanto para os cães quanto para os
humanos. É causada pelo protozoário Leishmania, transmitido pela
picada de flebótomos (insetos)infectados. O cão é considerado o
principal reservatório da doença no meio urbano, mas não o único, já que
animais silvestres e mesmo o homem podem atuar como reservatórios.


Os sintomas no cão são bastante variáveis, sendo comum o aparecimento
de lesões de pele acompanhadas de descamações e, eventualmente,
úlceras, perda de peso, lesões oculares, atrofia muscular e, em alguns
caso, o crescimento exagerado das unhas. Em um estágio mais avançado, há
o comprometimento do fígado, baço e rins, podendo levar o animal à
morte. Devido à variedade e à falta de sintomas específicos, o Médico
Veterinário é o único profissional habilitado a fazer um diagnóstico
preciso da doença. É importante ressaltar que há um grande número de
animais infectados que não apresentam sintomas clínicos
(assintomáticos).



Mesmo sendo considerada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) uma
das seis maiores epidemias de origem parasitária do mundo, focos de
leishmaniose visceral canina continuam-se expandindo. Na América Latina,
a doença já foi encontrada em pelo menos 12 países, sendo que 90% dos
casos ocorrem no Brasil, especialmente na região Nordeste, que possui o
maior número de notificações: 1.634 casos registrados em 2007.



O Ministério da Saúde do Brasil gerencia o Programa de Controle da
Leishmaniose Visceral Canina, visando, entre outras ações, o diagnóstico
sorológico dos cães positivos para Calazar e sua posterior eutanásia.



Atualmente são utilizados dois métodos diagnósticos sorológicos, a
Imunofluorescência Indireta (RIFI) e o Ensaio Imunoenzimático, também
conhecido como Teste ELISA. Ambos se baseiam na busca de anticorpos
anti-Leishmania em soro de cães. O Ministério recomenda a triagem com o
método ELISA e a confirmação com a RIFI a um título de 1:40. São aceitos
os resultados executados com kits diagnósticos fabricados pela Fundação
OswaldoCruz/Biomanguinhos, distribuidor oficial do Ministério.


Nas áreas endêmicas, os fiscais visitam as residências para realizar a
coleta de sangue dos animais. Após o exame, os proprietários precisam
aguardar cerca de 60 dias pelo resultado do teste para saber se o animal
está infectado e se terá que ser sacrificado, já que com a portaria
interministerial nº 1426 editada em julho de 2008, é proibido o
tratamento da doença com produtos de uso humano.



Os testes sorológicos têm a vantagem de serem mais rápidos e baratos,
porém, existe a possibilidade de resultarem em falso-positivos. Neste
caso, a Secretaria de Vigilância em Saúde recomenda a solicitação de uma
nova amostra em 30 dias para a confirmação, caso os títulos apresentem
diluição igual a 1:40. Em laboratórios particulares é possível solicitar
uma RIFI e ELISA e o animal também pode ser submetido ao exame
parasitológico com a punção do linfonodo ou medula óssea para detectar a
presença do protozoário.



Já existe no mercado há 5 anos uma vacina contra a Leishmaniose
Visceral Canina, a Leishmune, do laboratório Fort Dodge Saúde Animal,
registrada no Ministrério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento
(MAPA) desde 2003. Além desta vacina, existe uma outra do laboratório
Hertape, em que, após vacinação, o animal continua negativo no exame de
RIFI, diferente da vacina Fort Dodge. A vacina confere proteção superior
a 92% e já protegeu mais de 70.000 cães vacinados em todo o Brasil. É
importante ressaltar que os animais vacinados apresentam resultados
negativos nos kits ELISA atualmente licenciados pelo MAPA (Kit Biogene e
Kit Bio-Manguinhos).



O programa vacinal deve ser associado à outras medidas de controle,
como combate ao inseto vetor (flebótomo), com a aplicação de inseticida
no ambiente, o uso de produtos repelentes no cão, a educação da
população quanto à posse responsável, controle de natalidade canina e o
emprego de medidas de saneamento básico."



Além da vacinação, existe no mercado coleiras que são colocadas nos animais e impedem que o mosquito contamine o animal, mas, infelizmente, só é possivel utiliza-la (bem como a vacina) após o 3º mês de nascimento....


Agora eu pergunto, o que vai adiantar sacrificar os nossos bixinhos, como ocorre muito aki na Bahia, se outros animais também podem ser reservatórios? Então, deveriam estar caçando tatus, raposas, enfim....
Ahhhh... eu odeio essa doença!
avatar
Geysa & Mel
Filhote
Filhote

Mensagens : 4
Data de inscrição : 27/08/2011
Cidade/UF : Guanambi/BA

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Leishmaniose canina ou calazar...

Mensagem por Convidado em Sab Ago 27, 2011 4:28 pm

AI meu Deus!

nunca ouvi falar dessa doença!

mais agora vou tomar muito cuidado!

se um dia a Mel pegar(que é dificio que não ocorre muito no pará).eu vou pra qualquer lugar pra curar ela mais eu não vou a sacrificar de geito nenhum!

mais que doeça sem vergonha!agora eu tambem to com odio dessaa doença!

muito obrigada por avisar!

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Leishmaniose canina ou calazar...

Mensagem por Geysa & Mel em Dom Ago 28, 2011 8:06 am

Eu to chateada, viu?!

Pior eh que os medicamentos que existem são muito caros e não curam....
Se o serviço de Vigilância Epidemiológica descobrir... aff... Eles não te largam até você entregar o cachorro para o sacrifício.
O problema é que passa pro humano através da picada do mosquito, então, a cobrança eh d+++....
avatar
Geysa & Mel
Filhote
Filhote

Mensagens : 4
Data de inscrição : 27/08/2011
Cidade/UF : Guanambi/BA

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Leishmaniose canina ou calazar...

Mensagem por Convidado em Dom Ago 28, 2011 10:13 am

ai cruz credo!

ainda bem que aqui no para essa doença não ocorre muito!

mais mesmo assim temos que ter muitos cuidados com nossos filhotes!

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Leishmaniose canina ou calazar...

Mensagem por Margô e Ayla em Dom Ago 28, 2011 9:03 pm

Pois é, eu também fiquei muuuito preocupada com esse risco!!! A Ayla já tomou esse mês a primeira dose da vacina, são 3 doses.
Gente o pior de tudo é saber que nem todos animais podem tomar essa vacina, devido o $ cobrado!!!! Eu paguei $120,00 por cada dose da vacina + 20,00 reais dos exames que tem que fazer antes de iniciar com as vacinas, somando gastei 380,00, os exames são justamente pra saber se o animal já está contaminado com a doença, pois se já estiver não adianta tomar a vacina....
Mais com certeza valeu a pena ter essa despesa com ela, pois eu amoooo minha filhinha é quero proteger ela de tudo mesmo...
Mas é uma pena sabe que nossas bolinhas de pêlos correm esse risco Sad
avatar
Margô e Ayla
V.I.P
V.I.P

Mensagens : 1405
Data de inscrição : 26/04/2011
Cidade/UF : Brasília / DF

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Leishmaniose canina ou calazar...

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum